Os Desmóides versus Gravidez

Muito se especula sobre as causas de surgimento e das substancias  que alimentam os tumores desmóides, entre elas estão lesões e traumas na região e questões hormonais. Nesta última uma dúvida bastante frequente e dificilmente respondida está a relação com a gravidez. Como nos meses de gestação o corpo de nós, mulheres, recebe uma grande carga de hormônios, será que existe relação entre esse aumento nos níveis hormonais e um possível desenvolvimento do tumor?

A Desmoid Tumor Research Foundation em sua página diz o seguinte:
"Em casos raros o tumor desmóide pode ocorrer em mulheres que estão grávidas. Isto acontece durante a gravidez ou após a cesárea. Muitos acreditam que isto é causado por uma combinação de elevadas taxas hormonais e cirurgia, porém não existe nenhuma evidência científica clara para apoiar esta afirmação. A relação entre a gravidez e tumores desmóides é muito rara e consiste, em sua maioria, de anedotas na literatura científica."
Além desta afirmação, nossa amiga do grupo desmoideano no Facebook, Cláudia Bruna assistiu a um simpósio que tratou do tema e, entre as conclusões estão as seguintes:


Que traduzindo para o português diz:
Conclusões
Ter um desmóide não impede gravidez
-A Mulher não deve ser aconselhada a evitar gravidez
- A mulher não deve ser aconselhada a fazer um aborto caso esteja grávida
Desmóides que apareçam durante a gravidez ou já presente antes dela podem crescer durante o curso da gestação
- Aproximadamente 50% pode evitar cirurgia com sucesso
- 13% das mulheres que se submeteram à cirurgia tiveram recorrência
Desmóides ressecados antes da gestação recorrem com pouca frequência durante a gestação (21%).

Ainda assim é importante frisar que cada caso é diferente, sendo necessário o acompanhamento de perto do médico oncologista e equipe, já que existem casos raros de desenvolvimento do tumor durante a gravidez.

This entry was posted by Carolina Menezes. Bookmark the permalink.

Leave a Reply