Ano novo e novidades!

ÊÊÊÊ, primeiro post do ano com uma novidade!!!!

Esse blog tem me feito conhecer outras pessoas "desmoideanas", pessoas que, apesar de ter a mesma doença que eu, seguiram caminhos diferentes quanto ao tratamento mas só eu ficava sabendo do processo de cura delas. Pois bem, não mais! Entrei em contato com essas pessoas pedindo autorização pra postar aqui o que elas já passaram e hoje vou postar uma dessas histórias!

A pessoa a inaugurar essa -por falta de outro nome- Seção é o Luis Henrique de Minas Gerais.
Segue o texto escrito por ele:

Meu nome é Luis Henrique, tenho 18 anos, moro em francisco Sa MG a primeira vez que eu notei que estava desenvolvendo um carocinho no meu pescoço eu tinha 14 anos, era um pequeno inchaço quase inotavel, mas no outro dia ja procurei um médico clínico geral que logo me indicou um especialista em cabeça e pescoço; Dr francis Balduino. Ele logo me pediu varios exames e sempre dizia para minha familia que suspeitava de um tumor maligno. Nesse intervalo de tempo em que eu aguardava os resultados, o tumor cresceu e ficou do tamanho de uma laranja ( mais ou menos 15 dias). No final os exames nao mostraram o necessário, então Dr francis fez uma biópsia e finalmente viu que era um tumor benigno, fibromatose desmóide, mas nesse intervalo da biópsia e do resultado, que demoraram mais quinze dias, o tumor cresceu mais, então ele foi estudar como seria a cirurgia e pediu um novo exame; um imunoistoquimico que demorou mais algum tempo para chegar o resultado. Quando o resultado chegou, ele me passou um remedio que chama corticoide, eu tomei por algum tempo para ver se diminuia para realizar a cirurgia mas nao houve nenhum resultado então o médico finalmente resolveu me operar havendo a possibilidade de ficar sem os movimentos dos braços, mas graças a Deus sai dessa sem nenhuma sequela.

Apos a cirurgia me encaminharam para o setor de radioterapia e realizei 25 sessões de radioterapia e entao finalizei essa etapa...
Passei 3 anos tranquilo sem nenhuma recidiva apenas fazendo acompanhamentos de 3 em 3 meses.
Mas infelizmente no final de 2009 o infeliz voltou na lingua. Foi descartado a hipotese de cirurgia pois o local era muito impróprio e tambem foi descartado a radio pois havia pouco tempo que eu ja havia tomado doses de radioterapia então me indicaram um remédio chamado taximoxifeno mas nao deu resultados então só sobrou a quimioterapia (Vimblastina ) que eu faço até hoje. Com a quimio o tumor parou de crescer mas tambem nao diminuiu........

Estou nessa até hoje, me alimentando por sonda e sem a fala, mas sempre de alto astral e com a cabeça erguida, nao me desanimo com nada, sempre com o pensamento super positivo e com fé em Deus que nós ainda vamos encontrar uma solução para esse probleminha que é bem menor do que EU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Obrigada pelo depoimento, Luis!

13 thoughts on “Ano novo e novidades!”

Leave a Reply