9 anos, 3 cirurgias, 3 anos de tamoxifeno e 4 sessões de quimioterapia depois

Nestes últimos dias eu me vi várias vezes tentando me afirmar que meu tumor não está diminuindo. Essa nova linha de raciocínio é tão estranha pra mim! Sempre tentei imaginar que meu tumor estava diminuindo porque as pessoas me disseram que a cabeça da gente ajuda muito no processo de cura, mas ela nunca foi a meu favor, por mais que eu tenha mentalizado.

Enfim, o negócio é que agora me pego fazendo o contrário por medo de minha cabeça conseguir me convencer de que está diminuindo e depois chegar minha querida amiga Ressonância e dizer que não, que era tudo doideira de minha mente. O motivo disso é justamente o fato de muita gente que leu meu último post ter achado que o tumor de minha mão está menor e de amigos e familiares terem comentado a já visível diferença de tamanho no meu ombro.

Tudo pra mim não passava de especulações até que na quinta feira passada (26.08) CK ao me ver chegando na faculdade, notou que eu andava sem precisar de nenhum apoio pro braço (eu levava sempre uma pasta durinha pra a maioria dos lugares como desculpa e desfarce de apoio) e só quando ela comentou que eu percebi! Eu tinha saído de casa tão apressada naquele dia que nem lembrei da pobre da pasta e ela pela primeira vez em anos não me fez falta! Isso só tem uma explicação e eu a digo com os olhos cheios de lágrima: Sim, gente, meu tumor está diminuindo mesmo!

5 thoughts on “9 anos, 3 cirurgias, 3 anos de tamoxifeno e 4 sessões de quimioterapia depois”

Leave a Reply