Errr....

Voltei!

Como contei no último post, preciso fazer uma outra ressonância porque o médico não achou que a última foi confiável (O que não me espanta depois do que passei naquele exame) e aí umas amigas minhas começaram a se mobilizar pra me ajudar a pagar por esse exame... CK tá fazendo uma rifa de um Nintendo DS e Gaby criou uma "vaquinha virtual" pra mim.

O hospital não informou quanto vai custar exatamente o exame, mas eu calculo que seja em torno de 3000 reais - porque são
duas ressonancias (cada uma pega uma parte específica do braço e custa 896 reais - cada)
mais contraste (que disseram que pode ficar entre 300 e 600 reais),
anestesia (uma consulta com o anestesista no dia anterior - 575 reais + anestesia para o exame - não faço idéia de quanto custa).
Junto com passagens, hospedagem e outros gastos é muito dinheiro, um gasto que a minha família não esperava ter até 10 dias atrás.

Os meus pais dizem que podem pagar o exame, mas eu sei que não será fácil pra eles, sei que eles não possuem esse dinheiro e me deixa triste que cada dia mais a minha doença seja mais cara pra eles. Eu gostaria muito de estar trabalhando para poder colaborar com esses gastos, mas além da faculdade que já toma bastante tempo, eu preciso fazer pilates e fisioterapia porque são atividades que aliviam as dores que são constantes e me ajudam a não perder os movimentos do meu braço.

Quem me conhece sabe que eu sou uma pessoa muito tímida e que jamais teria coragem de fazer isso, mas eu sei que existem pessoas que poderiam e gostariam de me ajudar, como o caso de Fabio (eu o conheci na minha última reunião com os médicos do hospital do cancer e apesar de só ter me visto uma vez, ligou e se dispos a me ajudar).

Então vamos lá pra parte difícil desse post: se você que lê o meu blog, ou que soube disso através de alguém, ou que simplesmente simpatizou com a minha causa e não tem nenhum interesse em ter um DS ou mora longe e ainda assim quer e pode me ajudar, colocarei no fim do post os dados da minha conta do banco do brasil e o link de um site que cria uma "vakinha" virtual.

Obviamente, qualquer quantia de dinheiro é bem vinda (de verdade!). No site da vaquinha tem um contador das doações e quando chega aos 3000 reais, ele vai parar de receber, então podem ficar tranquilos!

Muito obrigada a todos vocês,
Carol.

conta do banco do brasil
ag 0007-8
cc 530.396-6
variação 01

site da vakinha (depósitos também podem ser feitos pelo site - é seguro)

Obrigada de novo!

Beijo

São Paulo - V1

Voltei de Sampa, gente! [há uma semana já, mas só tive tempo pra parar e contar como foi agora]

Cheguei em São Paulo dia 1º de junho, após uma maratona de trabalhos da faculdade e tudo que consegui pensar no meu primeiro dia lá foi que o friozinho que tava fazendo era coisa linda de deus e que eu precisava muito de uma cama! Então nada foi feito nesse dia lá.
No segundo dia, com as baterias recarregadas, fui andando do hotel em que fiquei hospedada ao consultório de Dr. Ademar, porque achei que em caminhadas, só o calor incomodava, o que logo percebi que era algo totalmente equivocado de minha parte. hahaha
Confirmei o local, passeei pelo Parque Ibirapuera [que fica logo em frente ao consultório] e voltei pra casa.
A tarde voltei ao consultório, dessa vez pra consulta. Eu estava tão nervosa que gaguejava e até tremia explicando tuuudo ao médico. [yeah, yeah, silly me]
Fui surpreendida pelo tratamento que me foi dado! As secretárias de Dr. Ademar foram um amor, muito solícitas!
Ademar me surpreendeu de primeira pois a primeira coisa que ele me falou foi: "Conte-me sua história, com todos os detalhes, desde o começo!"
e o impressionante foi que ele anotou tudo! cada coisinha que eu falei ele escreveu nas anotações dele. Depois viu minhas ressonâncias, biópsias, me examinou, tirou todas as minhas dúvidas e ainda falou coisas que eu ainda não sabia sobre tumnores desmóides!
Porém ainda não sei que tratamento seguirei, pois ele achou os laudos das ressonâncias bem fraquinhos e me pediu pra que eu fizesse uma nova ressonância em um lugar de confiança dele; no Hospital A. C. Camargo.
Fui ao hospital no dia seguinte mas como era feriado, o setor de contas ficava fechado [lógico, duh!] então só "resolvi" tudo na sexta.
Descobri que meu plano não cobre essa ressonância [até porque pra eu ser aceita nele, tive que omitir sobre essa doença] e o processo pelo sus demoraria muito... Eu teria que conseguir uma consulta com um médico de lá, ele me avaliar pra ver se eu realmente precisava pra daí então começar a mexer na papelada pra uma possivel marcação do exame.
Então o jeito foi fazer o exame pagando por ele - Minha família disse que daria um jeito pra pagar, que eu só me preocupasse em marcar a consulta e pronto. Marquei tudo direitinho, as duas ressonâncias e a consulta com o anestesista [mais uma vez fiquei impressionada em como as pessoas são educadas por lá], agora é só ver o que fazer até julho. :)